Introdução ao Ativismo Quântico

Neste artigo vamos ver uma introdução ao ativismo quântico. A física quântica, em seu efeito observador estabelecido experimentalmente. Como uma observação transforma possibilidades quânticas em experiências reais, está nos catapultando para uma compreensão radicalmente nova da realidade. A partir dessa compreensão, uma revolução está ocorrendo na ciência. Está a emergir um movimento que vê a ciência integrar-se com a metafísica.

A visão da realidade baseada na matéria que definiu e limitou a nossa visão do mundo está agora incorporada numa visão do mundo. Baseada na consciência de uma possibilidade de expansão criativa. A consciência, e não a matéria, é o fundamento de todo o ser.

Introdução ao Ativismo Quântico

O ativismo quântico é a ideia de nos transformarmos a nós próprios e às nossas sociedades. De acordo com as mensagens transformadoras da física quântica. Os ativistas comuns tentam mudar o mundo sem fazer nenhuma mudança fundamental em si mesmos. O ativista espiritual se transforma acreditando que isto é necessário antes de efetuar mudanças no mundo. Mas o ativista quântico empreende a jornada de transformação pessoal sempre com a mudança do todo em mente. Em outras palavras, mudamos a nós mesmos e à sociedade simultaneamente.

O Poder da Física Quântica

Para mudar a nós mesmos e nossas instituições sociais, o ativismo quântico utiliza o poder da física quântica. Para ver isso, considere que a física quântica é a física das possibilidades. O pensamento quântico devolve-nos o nosso livre arbítrio para escolher entre estas possibilidades. Estas escolhas são descontínuas, rompendo com os hábitos do passado. Elas vêm de uma interconexão cósmica que chamamos de não localidade quântica, que é uma capacidade de se comunicar através do espaço e do tempo sem quaisquer sinais.

A fim de compreender a importância de reconhecer que a consciência é a base de todo o ser, vale a pena dar uma breve olhada na história da consciência na física quântica. A ideia de uma cosmo visão baseada na primazia da consciência não é exatamente nova, o que é novo é que hoje este paradigma é baseado em teoria sólida e evidência cientificamente verificável.

Medição Quântica

Na física quântica, John von Neumann, a partir do trabalho de Einstein, Podolsky e Rosen, fez interessantes incursões na consciência, postulando que a consciência escolhe o evento ativo da experiência a partir de todas as possibilidades quânticas que o objeto representa. Mas o problema do dualismo permaneceu: como é que a consciência, se é um objeto dual independente, imaterial, interage com um objeto material? A solução para este problema, conhecido como o paradoxo da medição quântica, é resolvida pela ideia revolucionária de que a consciência não é nem um fenômeno cerebral material nem um objeto separado; pelo contrário, ela é em si mesma o fundamento de todo ser em que os objetos materiais existem como possibilidades.

Na medição quântica, a consciência torna-se tanto o sujeito como o objeto. Em outras palavras, a escolha consciente é responsável por manifestar tanto a proverbial árvore caindo quanto o você que a ouve. Nenhum observador, nenhum som, nem mesmo uma árvore. A consciência é não local. O que diferencia a física quântica de muitas tradições místicas é a evidência científica do fenômeno da não localidade, que foi verificada independentemente por Ludwig Bass, Amit Goswami e Casey Blood. Portanto, uma maneira pela qual o ativista quântico pode aproveitar o poder da física quântica é pensar criativamente. No Brasil, conheça Elainne Ourives.

O pensamento quântico consiste em escolher o novo entre as muitas possibilidades de significado, dando-nos um novo pensamento descontínuo com todos os pensamentos anteriores.

Consciência Quântica

A virtude desta teoria da experiência consciente é que ela nos ajuda a distinguir entre pensamento condicionado e escolha consciente, que é em essência o critério para um ato verdadeiramente criativo. Os pensamentos comuns seguem um fluxo de ideias conectadas. Eles são contínuos, um mais ou menos causalmente seguindo o outro. Um pensamento criativo não faz tal coisa; segue nenhuma causa, nenhum outro pensamento antes dele.

O movimento de todo o pensamento anterior para o novo é descontínuo; e é um ato fundamentalmente criativo. Um salto do que para o que podemos perguntar? As ideias criativas vêm do domínio arquetípico de nossa consciência. Na criatividade, damos um salto quântico do pensamento comum para o que é chamado de pensamento quântico.

Na nossa realidade ordinária, escolhemos do que sabemos, ou seja, o que está condicionado em nós a partir de experiências anteriores. Mas quando escolhemos algo novo, o que é um manifesto em nossa experiência anterior, estamos escolhendo a partir dessa consciência quântica. Essas novas escolhas envolvem saltos quânticos (movimento do ponto A ao ponto B sem passar por passos intermediários), não localidade (comunicação sem sinais espaço-tempo), e hierarquia emaranhada (relações causais de circularidade).

Praticando o Ativismo Quântico

Para praticar o ativismo quântico é preciso estar ciente de três coisas: pensamento correto, vida correta e vida correta. Quantum ou pensamento correto que já discutimos. Meios de subsistência corretos estão relacionados à forma como você ganha a vida, e a vida correta é o que você faz com ela.

Um meio de vida correto consiste em ganhar a vida com integridade de uma forma que respeite o seu talento e capacidade, e que seja compatível com uma sociedade saudável. Naturalmente, é importante assumir um trabalho que conduza ao cultivo dos arquétipos positivos da consciência quântica, embora nem todo trabalho seja ideal. Pergunte: Esta forma de ganhar a vida é um veículo adequado para a minha criatividade? Esta forma de ganhar a vida me dá satisfação? E a pergunta mais vital: O exercício da minha profissão ou trabalho está ao serviço da evolução?

Viver bem, em termos simples, significa andar a falar. Significa exemplificar os valores arquetípicos do ativismo quântico em nosso mundo e, ao fazê-lo, ser uma inspiração para os outros.

Mensagem da Física Quântica

A emocionante mensagem da física quântica para o ativista quântico está na evolução da consciência. As possibilidades de escolha criativa nos levam a uma maior e maior capacidade de processar o significado de nossas vidas e de afetar positivamente o mundo ao nosso redor.

O futuro imediato da evolução promete nos levar de nossa atual ênfase excessiva na mente racional para um equilíbrio mais poderoso em parceria com a mente intuitiva da qual vêm os arquétipos de valores como Bem, Beleza, Verdade, Justiça, Liberdade e Amor: valores que nos permitem processar o significado de nossas vidas. Esses valores arquetípicos são baseados na compreensão de nossa inerente interconectividade não local, bem como no reconhecimento de que estamos todos não hierarquicamente enredados. O que é feito ao menor de nós é verdadeiramente feito a todos nós.

Amit Goswami no Brasil

O objetivo do ativista quântico é explorar as possibilidades quânticas, expandir o campo de escolhas possíveis para incluir o novo. Também podemos dar passos concretos para manifestação diária em seus relacionamentos os valores arquetípicos que podem transformar a qualidade e dar um novo significado de vida e daqueles cujas vidas você toca.

Conheça o Curso Online de Ativismo Quântico do Físico Amit Goswami. Preste atenção às pequenas coisas, aos pensamentos repetitivos, seja um investigador curioso olhando com olhos frescos para sua própria vida, seja honesto em suas motivações. Permita alguma emaranhada hierarquia, alguma liberdade em seus relacionamentos hierárquicos. Isso ajudará sua receptividade aos saltos quânticos e sua abertura à percepção não local.

Veja Mais em O Despertar Quântico e Pronto Socorro Quântico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.