Principais Níveis de Consciência Humana

Neste artigo vamos falar sobre os níveis de consciência que todo ser humano possui. O primeiro nível de consciência, o subconsciente. É o material do qual os sonhos são feitos. Podemos pensar nele como o repositório de todas as experiências passadas, impressões deixadas na mente por essas experiências vividas e tendências despertadas ou reforçadas por essas impressões.

Afinal, o Que São os Níveis de Consciência?

Cada experiência que já tivemos, cada pensamento, cada impressão de perda ou ganho, reside em nossa mente subconsciente. Esta determina nossos padrões de pensamento, comportamento e muito mais do que imaginamos.

O subconsciente, sendo irrestrito pelas exigências rígidas da lógica, permite um certo fluxo de ideias. Esse fluxo pode estar na fronteira da intuição, mas se as ideias são muito circunscritas pela subjetividade, elas não corresponderão ao mundo externo ao nosso redor.

OBS : Quando sonhamos à noite, estamos operando principalmente no nível subconsciente.

A mente subconsciente pode facilmente “intrometer-se” em nossos níveis de consciência. Nos enganando a pensar que estamos a receber orientação intuitiva, quando na verdade estamos apenas a ser influenciados por impressões passadas e desejos não realizados. A mente subconsciente está de certa forma, próxima do supra consciente, onde reside a intuição real.

Fluxo de Consciência

Ambos representam um fluxo de consciência sem obstruções lógicas. O subconsciente é, portanto, mais aberto às intuições do supra consciente, e por vezes recebe-as, embora normalmente misturado com imagens confusas. Ser realmente claro na orientação que recebemos é difícil, mas muito importante. Decisões calamitosas têm sido tomadas na crença de que uma pessoa estava a desenhar numa orientação mais elevada, quando de facto estava a responder apenas ao pré condicionamento subconsciente. Veja também como cocriamos a nossa realidade.

Nível Consciente

O próximo nível de consciência do qual recebemos orientação é o estado consciente. A racionalidade é que normalmente guia nossas decisões diárias. Quando recebemos informações dos sentidos, analisamos os fatos e tomamos decisões baseadas nessas informações, estamos usando os níveis de consciência de orientação.

Dividindo e separando o mundo em uma ou outra categoria, o nível consciente da consciência é orientado para o problema. É difícil estar completamente seguro das decisões extraídas deste nível, porque a mente analítica pode ver todas as soluções possíveis. Mas, em última análise, não tem a capacidade de distinguir qual delas é a melhor.

Se confiarmos exclusivamente na mente consciente, podemos vir a ter falta de certeza e a cair num estado de indecisão perpétua.

Nível Super consciente

Intuição e clareza mental elevada fluem da consciência supra consciente. A mente consciente é limitada pela sua natureza analítica e, portanto, vê todas as coisas como separadas e distintas. Pelo contrário, porque o nível supra consciente é intuitivo e vê todas as coisas como parte de um todo. Ele pode facilmente desenhar soluções. Na super consciência o problema e que a solução são vistos como um só, como se a solução fosse um resultado natural do problema. Veja mais em programação neurolinguística.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.